JABOT versão 2.0

Apresentação

É um sistema de gerenciamento de coleções científicas depositadas em herbários e redes laboratoriais de instituições de pesquisas botânicas e das coleções vivas de jardins botânicos. Em termos gerenciais, disponibiliza para a curadoria de herbários e subcuradorias, diversas funções de acompanhamento de produtividade e relatórios. Possibilita aos usuários do sistema, a entrada e disponibilização de dados e imagens dos testemunhos, com funcionalidades para a análise e melhora da qualidade dos dados.

Neste manual você poderá tirar suas dúvidas quanto ao uso do sistema para diversos fins. Não sabe por onde começar? Primeiros passos


Histórico

Versão 1.0: A primeira versão do sistema Jabot teve seu desenvolvimento iniciado em 2002 e entrou em funcionamento em 2005. O desenvolvimento do sistema foi precedido de um criterioso processo de levantamento de requisitos, realizado por meio de entrevistas e reuniões com um grupo composto de aproximadamente 50 pesquisadores do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro e, um especial envolvimento da curadoria do maior herbário do Brasil e da coleção viva (arboreto). Como consequência desse processo, foi especificado um sistema adequado aos diversos tipos de pesquisas realizadas nos laboratórios de uma instituição de pesquisas botânica, tais como: biologia molecular, botânica estrutural, sementes, algas e fungos; além das coleções vivas e do herbário. Em sua primeira versão, o sistema permitiu pesquisas nas seguintes coleções científicas de exsicatas, arboreto, carpoteca (frutos), xiloteca (madeira e laminário) e fototeca.
Em sua primeira versão, o sistema permitiu pesquisas nas seguintes coleções científicas de exsicatas, arboreto, carpoteca (frutos), xiloteca (madeira e laminário) e fototeca. Porém, sugestões de novas funcionalidades, em razão de avanços computacionais e da incorporação de novas coleções botânicas, provocou a criação de uma versão atualizada do sistema.

Versão 2.0: Sugestões de novas funcionalidades, em razão de avanços computacionais e da incorporação de novas coleções botânicas, provocou a criação de uma versão atualizada do sistema. Além dos novos módulos, houve uma atualização da interface para a forma responsiva, permitindo também seu uso em smartphones. Todo o desenvolvimento do sistema foi realizado no próprio instituto utilizando software livre, mais especificamente na linguagem de programação PHP e com o banco de dados Postgresql.


Perguntas Frequentes

Consultas

Espécime

Planilha

Taxonomia

Flora

Curadoria

Admin

Login