Exportar Dados

Para exportar os dados, após a realização de uma consulta interna ou externa, verifique na parte inferior dos resultados o botão Exportar, clique e selecione o formato desejado. Veja a imagem abaixo:

Formato "XLS (Arboreto)"

Esse formato é utilizado por instituições que usam o sistema para o gerenciamento de seu arboreto. O formato possui campos específicos para esse fim, como: tipo de coleção, local físico e desaparecido/morto.

Formato "CSV (Darwincore)"

A exportação de dados no formato “XLS (Darwincore)” pode ser lenta dependendo da quantidade de dados do herbário, chegando a se tornar inviável e fonte de reclamação, por esse motivo, foi necessário criar uma alternativa com um formato mais leve e que abre em poucos segundos, mesmo que o herbário possua muitos dados. Agora temos o formato “CSV (Darwincore)”, que abre exatamente com o mesmo formato das colunas do antigo XLS. A seguir seguem os passos para uso desse formato no Excel e no LibreOffice.

Uso do formato .CSV no Excel:
Executar sua consulta e baixar o .CSV. Abrir o Excel. Criar uma nova planilha (em branco). Ir no menu Dados. Selecionar de Text/CSV. Selecione o arquivo .CSV e Importar. Após isso, uma tela será aberta e nela escolha Origem do Arquivo - 65001: Unicode (UTF-8). Depois, clicar em Transformar Dados. Quando a próxima tela aparecer, clicar em Fechar e Carregar. Quando abrir, escolher o formato desejado e salvar.



Uso do formato .CSV no LibreOffice:
Funciona assim, basta abrir o arquivo e selecionar o “|” (piper) como opção de delimitador das colunas e o arquivo será aberto rapidamente. Recomendamos a utilização do programa “Libre Office”, uma ferramenta grátis que está disponível para download na internet pelo link (https://pt-br.libreoffice.org). Com ele, ao abrir um novo arquivo, aparece uma mensagem perguntando a codificação a ser utilizada e o delimitador (separador). Ao finalizar a instalação, abra o arquivo e preenche os campos seguinte o exemplo a imagem abaixo.



Caso ainda precise de um formato em XLS, basta abrir o arquivo, ir na opção “Salvar Como” e escolher a opção de salvar com a extensão “.XLS”.

Formato "XLS (Planilha Padrão)"

Os dados da consulta são exportados em formato .XLS com o mesmo conjunto de campos da planilha padrão.

Uma dica importante: para herbários parceiros que estão no processo de digitação de dados e no caso do herbário possuir duplicatas em outro herbário que já usa o Jabot, basta fazer a consulta naquele herbário, exportar os dados em XLS Planilha Padrão e importar em seu Jabot; evitando assim a digitação dos dados dessas amostras.



A seguir serão apresentados mais alguns formatos para exportação para atendimento as orientações de uso de Dados Abertos!

Formato "CSV"

A exportação é realizada em formato CSV sem seguir o padrão Darwin Core.


Formato "ODS"

A exportação é realizada no formato aberto ODS que pode ser aberto em diversos softwares, como o Excel, Libre e OpenOffice.


Formato "JSON"

O formato JSON (JavaScript Object Notation) é um formato textual, que segue o padrão aberto e é independente de softwares. Ele é usado para intercâmbio de dados entre sistemas.


Formato "XML"

O formato XML (eXtensible Markup Language) é um outro formato muito usado para a troca de dados entre sistemas e para a importação para um banco de dados.